Porquê o "Tudo ou Nada"?

Na "BoaBoa" acreditamos que a mecânica do "tudo ou nada" é mais transparente e traz segurança adicional aos apoiantes.

A regra "tudo ou nada" induz os promotores a solicitar, por um lado, o menor montante possível, para haver maior probabilidade de atingir o objectivo, e, por outro, o suficiente para que possam executar o projeto. Esta boa prática funciona como auto-regulação adicional na orçamentação dos projetos publicados na "BoaBoa".

Por exemplo, se um projeto necessita de 5000 euros para se concretizar mas apenas 100 euros forem angariados durante a campanha, a concretização do projeto estará em causa, bem como a entrega das recompensas associadas; neste caso, o mais justo será devolver o montante angariado aos apoiantes.