Se eu publicar a minha ideia ao público para obter financiamento, o que impede que outros a vejam e se apropriem da propriedade intelectual?

Os mecanismos para protecção de propriedade intelectual, tais como a protecção de marca e patentes, aplicam-se também no caso do crowdfunding.
Ainda assim, convém relembrar que ideias há muitas e muito provavelmente já alguém se lembrou do que achamos que é inovador. O que é relevante é a implementação da ideia.
Para isso, importa a equipa, o know-how, o networking, etc.

O que sugerimos é que o promotor divulgue o suficiente para atrair apoiantes e financiamento (mostrando credibilidade e capacidade de implementação) mas não tanto que outras pessoas copiem.
A maior parte dos projetos que solicitam financiamento via crowdfunding não incluem desenhos técnicos detalhados na descrição mas somente o suficiente para os apoiantes avaliarem e decidirem contribuir para o projeto.

Ao fim e ao cabo, a ideia terá que ser tornada pública a algum ponto. Com a equipa certa e o financiamento assegurado, resta implementar.
Em resumo, haverão mais vantagens em divulgar um projeto (testar o mercado) do que em o manter segredo com o argumento de não ser copiado.